Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 18996558175

Encontre o que deseja

<
NO AR

NIGHT HITS

    Presidente Prudente

4,5 mil pessoas estiveram participando nesta quarta no Feirão do Emprego em Prudente

Publicada em 15/11/18 as 16:47h por SANDRA PRATA E THIAGO MORELLO
Compartilhe
   
Link da Notícia:


Mais de 4,5 mil pessoas passaram pelo evento da Sert, ontem. Foto: José Reis


Mãe de dois filhos e com uma pasta cheia de currículos, Pamela Barreto Rodrigues, 21 anos, está desempregada há um ano e quatro meses. A prudentina possuía uma das mais de 4 mil senhas distribuídas na manhã de ontem para as milhares de pessoas que tiraram um tempo no dia para tentar a sorte na busca por uma nova colocação no mercado de trabalho, por meio do Feirão do Emprego. Na ação, levando em conta o número de senhas, houve uma disputa média de 12 candidatos por posto de trabalho, uma vez que foram oferecidas cerca de 330 chances de emprego, número resultado de dois meses de captação com 30 empresas terceirizadas e entidades. Ao todo, 4,5 mil pessoas passaram pelo local, englobando todos os serviços oferecidos.

A realização da Sert (Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho) reuniu cidadãos das 9h às 15h, no PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), com a principal proposta: fazer triagem de currículos, realizar orientações profissionais e, segundo o diretor regional da pasta, Lucas Grandolfo, “ajudar a população a sair da crise”.

Segundo Pamela, hoje ela trabalha com bicos de garçonete em uma lanchonete da cidade, porém, o que ganha não é suficiente para a renda familiar mensal. Com isso, avalia o evento como uma iniciativa necessária, entretanto, acredita que a diminuição do desemprego só terá êxito caso o feirão seja realizado mais vezes. Esse é o plano da Sert. De acordo com Lucas, o objetivo é seguir o exemplo de Araçatuba (SP), que obteve sucesso em três edições da ação. “Prudente tem uma região que merece a nossa atenção”, expõe. Ainda, segundo explica, a primeira edição na cidade contou com orientação trabalhista e incentivo a novos empreendedores.

Na ocasião, estiveram presentes 12 empresas e parceiros como o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), Instituto Impacto, BPP (Banco do Povo Paulista) e CIEE (Centro de Integração Empresa e Escola). Esse último - responsável pelo cadastro e intermédio de estágio para jovens - já havia recebido mais de 100 pessoas no estande até o fim da manhã de ontem. De acordo com o consultor Cristiano Gomes, se a inserção no mercado de trabalho já está difícil, para o jovem que busca sua primeira oportunidade está ainda mais. Por isso, é imprescindível que existam ações como a do feirão. “Assim, conhecemos novas pessoas e atingimos cada vez mais um público maior”, explana.

Gabriela Martins Colombo, aos 21 anos, é uma dessas jovens que sonham com a primeira oportunidade no mercado. Técnica em Radiologia e cursando tecnólogo em Enfermagem, ela revela que nunca trabalhou com carteira assinada. “Faço bicos como costureira, vou levando, mas está difícil. A cidade tem capacidade de reverter a situação, as empresas só precisam estar abertas para a população”, relata.

Geradores de oportunidade

No estande da Tupperware - empresa de utensílios plásticos - munida de fichas de inscrições e panfletos informativos, estava a empresária Ângela Cristina da Mota, 45 anos. Há 12 anos trabalhando como empreendedora, decidiu ir ao feirão com o objetivo de oferecer uma alternativa “que compense” para aqueles que não possuem o “tão sonhado” registro em carteira. “O cadastro é gratuito. Após feito, a pessoa já pode começar a revender e ter uma renda extra ou até mesmo a principal renda, como é o meu caso”, conta.

Complementando o orçamento com bicos. Isso é o que tem feito Maria Lúcia Cordeiro da Silva, 53 anos. Há três anos, ela não atualiza o registro da carteira de trabalho. Com 12 anos de experiência em serviços gerais, Maria explica que os serviços autônomos não são o suficiente para fechar o mês. “Vim tentar a sorte. A concorrência é grande, mas tenho fé”, frisa.

Emprego no fim de ano

Segundo Lucas, algumas empresas já efetuaram entrevistas e contratações no próprio evento. Com isso, é possível que alguns prudentinos passem as festas empregados e com os direitos assegurados junto à CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). “É uma época que possui muita demanda e aqui em Prudente não poderia ser diferente”, expõe.

SERVIÇO

O PAT recebe a população para a triagem de currículos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Rio Grande do Sul, 37, Vila Marcondes, em Presidente Prudente.





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Nossos Parceiros

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nosso Whatsapp

 18996558175

Todos os direitos reservados